sexta-feira, 7 de agosto de 2009

verões afins

difícil manter a disciplina nos verões. Berlin é uma cidade especial neste sentido.
quando faz sol, todos só querem uma única coisa: estar na rua, de qualquer jeito.
deixei um pouco de lado o blog, por vários motivos, uma série de catástrofes domésticas me tiraram o humor, nada de muito dramático. só mesmo Fio para me alegrar os dias e o sol para amenizar meus humores.


quando chove, a cidade murcha, o mal-humor se espalha mais rápido que gripe suína.


mas basta o portento dar a sua cara de novo, todos os ratos saem das tocas e invadem parques, beiras de rios e lagos, piscinas públicas e toda e qualquer possibilidade de estar sendo acaraciado pelo calor do sol.


no mês de novembro, alguém aperta um botão e de um dia para o outro todas as folhas de todas as árvores caem de uma vez só e o céu é tomado por um cinza inigualável...
até quem sabe março chegar e trazer de novo um pouquinho de luz.

7 comentários:

  1. coisa de quem mora nos trópicos: eu adoraria viver um ano na europa para sentir a estações...todas as estações.

    ResponderExcluir
  2. pô, Bernardino... já tive este sonho. Agora... o papai já comeu a lagarta da salada!
    Mirovsky, que riqueza que nobreza FIO adorando o gramado verão. Mil beijos

    ResponderExcluir
  3. eu não acreditei, que dirá miro e os demais leitores. As letras da postagem anterior: TURICA - uma palavra de meu falar

    ResponderExcluir
  4. ai que eu vou pirar, bem às vésperas de pegar um barquim para navegar, a palavra foi: barkin

    ResponderExcluir
  5. Miro, e a gente aqui nem tchuns pro sol, né? É o nosso natural. Só quando ele some (raramente) é que a gente sente falta.
    PS - Mas Maria tá malucona hoje, hein?

    ResponderExcluir
  6. vixe, a prima pirou no blogue do primo!!!

    ResponderExcluir
  7. rsrsrs...
    viva o sol, viva a nós e a Maria!

    ResponderExcluir